Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

nabodogato

nabodogato

Quotidiano

Há dias, estava eu numa sala de espera para uma consulta, ouvi a conversa de duas senhoras.

Uma era uma senhora por volta dos oitenta anos que aparentava ser uma pessoa desafogada e que era acompanhada por uma amiga um pouco mais nova e mais modesta.

Percebi que a senhora mais nova perguntou pela neta e a outra respondeu que estava a trabalhar, que trabalhava numa empresa a vender dessas coisas modernas que é para os computadores mas não sabia muito bem o que era, que lá na empresa gostavam muito dela, que era muito empenhada, já a mãe também sempre foi muito empenhada verdade seja dita. 

- Então, mas deixou os estudos ou trabalha e estuda? Perguntou a outra. 

- Já acabou, formou-se, mas o que tu queres, não há empregos e ela para ter o seu dinheirinho para as suas despesas, olha enquanto não aparecer coisa melhor vai fazendo aquilo. Tu não vês as pessoas todos os dias a deixar de pagar as casas porque não tem empregos. Quando havia empregos as pessoas podiam comprar casas, carros, férias, mas agora não há empregos, tu não vês se não fosse o banco alimentar até já fome havia. 

Também as pessoas como tinham empregos iam aos bancos e eles emprestavam para comprar casa a as pessoas aproveitavam-se e utilizavam o dinheiro para comprar carros e gastar noutras coisas agora não há empregos olha vai tudo para o meio da rua e muitos até têm de voltar para casa dos pais. 

Foi aí que me lembrei de umas notícias ouvidas na televisão e das opiniões de uns “paineleiros” que sempre aparecem nestas alturas com ar de sabichões das dúzias. 

Dizem essas figuras que os bancos não podem aceitar as casas por troca da dívida porque as pessoas pediram mais que o valor das casas e aproveitaram para comprar carros e outras coisas. 

Que sejam pessoas do nosso quotidiano a dizerem isso aceita-se, agora tipos que vêm com grandes títulos abaixo do nome e de nariz empinado é que irrita. 

Ainda não vi nenhum referir, nem lhes perguntado porque o jornalista está lá também para isso, que os bancos foram coniventes com a mais descarada pouca vergonha que foi a fuga ao fisco durante anos. 

Porque as pessoas para comprar casa tinham de pagar x para a escritura e por fora mais y que era pedido para obras, e não havia volta a dar, se queriam comprar casa era assim que toda a gente fazia. 

Agora virem “Chicos espertos” para as televisões atribuírem culpa às pessoas do embuste a que foram submetidas e argumentarem ainda com base nisso para as duplamente castigarem, apesar de aquando se houver entrega da casa ficarem com dívidas do remanescente o que é um escândalo! 

Há casos em que o valor da dívida depois de vários anos a pagar mensalidades é muito superior ao valor real das casas. 

Ao menos podiam contornar com argumentos e não tocar no assunto em que toda a banca foi conivente. 

Até me faz lembrar o caso da Casa Pia, toda a gente via os míudos na estação do Rossio e frente ao Éden e ninguém mexeu uma palha e depois fazem cara de muito escandalizados. 

Querem-me dizer que os bancos e as Finanças desconheciam da “marosca” da fuga ao fisco na venda das casas? 

Mas até, mesmo que assim seja, por amor de Deus poupem-nos, metam a viola num saco e desamparem-me a loja.

Presidente Irradia Felicidade

Eu acho muito deselegante que Passos Coelho tenha sugerido haver algum deslumbramento do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa dizendo que: "Irradia felicidade".

Já o tinha achado também quando disse que não desejava um candidato "cata-vento".

No sábado, na entrevista (ao Sol) voltou a referir-se ao Presidente como o "Dr. Rebelo de Sousa", não me cheira que isto acabe bem e como diz o povo: "a corda parte sempre pelo lado mais fraco".

Aguardamos pelos próximos episódios.

Uma curiosidade

Tenho curiosidade em saber se a redação da RTP abdicou de receber os vencimentos sem cortes. É que a forma como acarinham o antigo regime do Passos e perseguem o novo regime do Costa até parece que fizeram finca-pé e recebem com cortes. Eu compreendo que não devam ser lambe-botas mas mais isenção parece-me que ficava bem a quem se intitula de jornalista.

Basta ver as loas que tecem a tudo o que é iniciativa passista e a intenção com que dão noticias do aumento dos combustiveis e as idas a Espanha abastecer.

Não há pachorra

Não há dia nenhum que venha ao mundo que a personagem não vá a uma tv ou a um jornal deixar um bitaite.

Terá sido alguém que lhe disse que era assim que se alimentava a chama da confiança dos poucos que ainda o apoiam? Ou será ele a pensar que é assim que manterá viva a esperança de uma crise financeira que lhe devolva o poder.

Já não há pachorra, até o Tino de Rans soube sair de cena e este emplastro não nos larga. Irra que é demais.

Carlos Abreu Amorim

"O PS está a encharcar o Estado com os seus apaniguados e "Irmãos", pacata e alegremente, sem qualquer pudor ou receio de condenação pública. No fundo, pensam, o Estado são "eles" e só foi feito para "eles" dele usufruírem como lhes apetecer."

Não há vergonha na cara, já vale dizer tudo. Não merecem qualquer importância, melhor é ignorá-los.

O ridículo do Pinto da Costa

Ouvir o Pinto da Costa dar bitaites sobre a TAP é de uma pessoa ficar de cabelos em pé.

Depois das cenas que protagonizou contra o anterior Presidente da Câmara Rui Rio vir com esta atitude colar-se ao Presidente Rui Moreira é muito forçado e ridículo.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Favoritos

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2007
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2006
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D